Divergência

Ser igual para poder compreender e diferente para amar… Se a afirmação do filósofo procede, falta precisão. Pois que no amor nada é preciso assim como na vida, segundo o segundo, apenas navegar.
Nessa divagação encontro a solução do parecer ser preciso numas vezes, noutras não. É tudo uma questão de escolha ou de opção.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s